29 de nov de 2012

The Boyfriend- Capítulo 14 + Christmas Falling- Sinopse


Summer Narrando
1 semana depois...
-Infelizmente, Justin, não é por que eu sou sua namorada que eu terei que dizer isso...-Eu falei para Justin que me olhava esquisito...- Você conseguiu.É o Christian Grey do 50 tons de cinza.Está não só no meu elenco da minha vida social, como do meu filme!- Vi os brilhos nos olhos de Justin como tinha visto quando ele havia mudado de vida.Ele me parecia tão feliz.Quero dizer, tão feliz ao meu lado.Eu nunca imaginaria que ele me amava, ou que tudo que está acontecendo seria possível.E o melhor, é que eu estou feliz como ele.Estamos iguais.E isso me faz tão bem.-
-Sabe o que é melhor do que receber essa notícia?-Ele falou me abraçando forte.-
-O quê?-Perguntei olhando pra ele e encarando aqueles olhos cor de mel irresistíveis.-
-Está compartilhando ela com você.-O abracei muito forte pelo pescoço e logo depois selei nossos lábios, porém parei o futuro beijo, por que tínhamos outras coisas para decidir...- Sim... Eu selecionei  e ainda selecionarei as candidatas para a futura Anastasia! Não é qualquer uma que vai fazer sexo com você.-Falei o soltando.-
-Por que você não é a Anastasia? -Justin me olhou maliciosamente.- 
-RÁ RÁ! Engraçadinho...
-Se você não quer que qualquer uma faça algo comigo... Acho melhor ser você, que não é qualquer uma. E tem um grande valor na minha vida...-Ele disse me abraçando pelas costas.Eu amo muito o Justin.Agora ele é tudo que eu tenho.-
-É podemos pensar nessa hipótese.-Ele parou e me soltou.Fiquei assustada.-
-Não.E a escritora do livro? Ela também tem que ajudar a escolher! Já sei! Ela e EU vamos escolher a Anastasia! Pronto!-Eu olhei para cara dele tipo: "Ta de sacanagem né, mêr imão?" e então ele começou a rir! COMEÇOU A RIR! Ó DEUS!-
-Eu não to vendo graça! -Ele continuou rindo e eu segurei sua mão.-
-Sun, você precisa ver sua cara de ciúmes.Sinceramente.
-Que ciúmes, Justin! Só por que você vai querer escolher qualquer uma vai me fazer ter ciúmes?Eu mesma não.-
-Ah claro, e se eu for chamar a Megan Fox para fazer comigo?-Ele levantou uma sombracelha.Maldita sombrancelha que ele consegue levantar.-
-Pode ir.-Ele ameaçou soltar minha mão.- Mas eu vou junto.-Segurei sua mão mais forte.-
-Pra que? -Ele perguntou duvidando.-
-Pra marcar meu território.-Ele riu e me beijou bem devagar, como se quisesse que eu guardasse esse momento na minha memória.-
-Ah só mais uma coisa...-Ele falou segurando a minha mão.-
-Diga Jus10.-Ele riu e brincou com meus dedos.-
-Eu tenho uma exigência...-Eu o olhei com cara de "Iai continue!"- Quero me casar em Bel Air, ta me ouvindo?-Comecei a rir.-
-Ok, Jus.-Ele nunca ia mudar.Dinheiro, fama nem nada iriam mudá-lo.Ele sempre seria daquele jeitinho especial e diferente.Amadurecer seria a palavra certa para Justin.MEU jus10.-
-"If I was your boyfriend I..."
-AH CALA A BOCA JUS! EU JÁ SOU SUA NAMORADA MESMO!

definição de namorado:
adj.

1. Galanteado, requestado. NÃO DEFINE O JUS10.
2. Que se enamorou. NÃO DEFINE O JUS10.

3. Amoroso, meigo, apaixonado. NÃO DEFINE O JUS10.

4. Aquele que sente amores ou corresponde a amores. NÃO DEFINE O JUS10.

5. Pessoa que namora com alguém. NÃO DEFINE O JUS10.
6. [Botânica]  Fruto do verbasco. -define o jus10 de forma simples.
7. [Brasil]  Espécie de peixe. -define o jus10 em todas as palavras.

FIM!

Ok calma que ainda tem mais texto!!!!!! Agora vou postar a sinopse da #IB de natal que estou escrevendo :)


Nome: Christmas Falling
 Gênero: Romance/Comédia/Drama
Classificação: DANE-SE A CLASSIFICAÇÃO ! CADA UM SABE O QUE LÊ! 
Personagens Principais: Justin Bieber & (Seu Nome) Carter.
Sinopse:
(Seu Nome) Carter Narrando
"Justin não estava mais o mesmo, pelo menos desde o término de Jelena.Eu nunca tinha visto o Justin assim.Eu era a melhor amiga dele, não era? Aquela antiga história de natal, parecia não mais valer pra ele.Todo santo ano, ás 23:59 nós íamos para a padaria ao lado da casa de Justin, apenas nós dois, e nos escondíamos atrás da janela onde ficava a cozinha da padaria.Sentíamos o cheiro de Panettone quentinho todo natal.Mas tudo mudou quando ele se foi.E mudou mais ainda quando terminou com a tal Selena Gomez.Ele não falava mais comigo.Com o Chaz.Com o Ryan.Com ninguém.A única solução para Pattie foi mandá-lo de volta para o Canadá, perto de mim, e da família dele.Pode ter sido uma solução para a salvação de Justin.Mas não a minha, por que quanto mais perto dele eu ficava, mais eu caía no seu amor."


n/a: E então vocês gostaram da sinopse? E do fim de Boyfriend? Espero que sim meninas! Desculpe-me por todas as demoras e as falhas que eu fiz com vocês! GRAÇAS Á DEUS! Depois de muito tempo, consegui terminar uma Imagine Belieber! É muito bom terminar um Imagine! Obrigada por todas que estão desde o começo comigo! Amo vocês minhas luvers :) Queria pedir a ajuda para chegar nos 200 seguidores! Será que conseguimos? Enfim, NEVER SAY NEVER! Beijos, lindas! Amo vocês!
7 Comentários?
Quero dedicar esse post para minha amigona linda que sempre esteve comigo! JÉSSICA CAROLINE!!! TE AMO BESTTTT!!!!

Divulgando:
www.momentstories.blogspot.com.br (Gente por favor, entrem aqui! A menina do blog quer desistir! Não vamos deixá-la desistir!)
www.brasileiraslovesbieber.blogpsot.com.br
www.imaginebeliebershawtys.blogspot.com.br (Blog da Jessie!)

27 de nov de 2012

The Boyfriend- Capítulo 13

4 anos depois...
Justin Narrando

MÚSICA DE FUNDO:


-Como é seu nome? -Do palco aonde eu estava, não era possível ter uma visão nítida dos jurados na parte de cima do auditório.Era o décimo teste que eu estava fazendo para conseguir papel em algum filme.E aquele auditório vazio me deixava cada vez mais nervoso.-
-Justin Bieber.-Falei tentando ser seguro, mas não conseguia devido o clarão do holofote em meu rosto.-
-E qual personagem você acha que se encaixa no elenco de 50 tons de cinza?  (RAPAZ, SOU MALANDRA! NÃO LEIAM ESSE LIVRO KKKK!) Peguei o discurso que eu havia guardado no bolso.Acho que dessa vez eu evoluiria.-
-Eu treinei para ser o Christian Grey.-Respondi.-
-E por que essa escolha?-Abri o meu papel e comecei a falar.-
-Escolho o Christian Grey não por sua frieza ou seu orgulho.Escolho ele pois passei por uma situação semelhante á dele em relação a encontrar o amor de sua vida.Na trama, Christian Grey vive uma relação sexual com a seduzente Anastasia, a qual ele achava que só sentia atração sexual e quase a perdeu por isso.Christian mesmo orgulhoso, era confuso e conturbado em relação aos seus sentimentos, e isso aconteceu comigo á 4 anos atrás e...
-Justin, se você quer ser um ator não deve ler ou gravar o que está no papel, deve saber e usufruir disso.Desfrutar como algo magnífico.Se isso aconteceu com você ou foi semelhante, deve realmente saber o que falar.Não acha?-Aquele comentário me fez ficar mais tenso e nervoso ainda, por que claro, tudo que me lembra a Summer me deixa tenso e nervoso como se fosse a primeira vez que eu a tinha visto.-
-É verdade.-Falei e respirei logo depois.Eu não sabia se eu ia falar tudo correto.-
-Então...-Olhei para baixo.- Sabe toda a minha vida fui tratado como um lixo.Fui tratado como nada e vivi em situações horríveis.Queria mostrar isso para a garota que eu realmente amo.Ela não sabe do meu passado então não queria que me julgasse.O que eu sinto por ela é tão grande que eu não sei nem explicar ou apenas retribuir o que ela fez por mim.Eu não aceitei seu dinheiro e nunca vou aceitar, por que eu não tive chances de explicar pra ela o que realmente me fez agir de uma forma ruim.Isso foi a irmã dela.Ela não sabia nada sobre essa mulher que considerava irmã ou algo do tipo.Meridith era seu nome.Soa tão ruim quanto a morte.Mas pra mim ela significava totalmente o contrário disso, vida.Eu era apaixonado por Meridith, tanto quanto ela era por mim, mas então sua paixão virou uma obsessão, ela queria me vender para ganhar muito dinheiro e dominar o mundo ao meu lado.Ela me levou para todos os piores rumos possíveis.Fumei, bebi, me droguei, agi como um idiota.Achava que dinheiro sempre seria tudo, como ela também.Mas então percebi que eu estava ficando louco, pior do que ela.E voltei para onde comecei.Pra mesma merda.Por que EU era um pedaço esmagado de merda e de bosta, eu não tinha importância.Tentei achar algo bom em mim, algo que entendesse o por que daquela paixão obsessiva de Meridith por mim.E foi ai que apareceu o amor da minha vida.Que me mostrou isso.Que me mostrou que eu era alguém.Me mostrou o valor de mim e da minha vida e fez tudo por mim sem nem me conhecer e eu, uma bosta como sempre, nunca soube que ela era o meu verdadeiro alguém.Então como o Christian Grey, eu acabei percebendo que ela era o amor da minha vida, mesmo sendo tarde demais.Se um dia eu tivesse a chance de me redimir ou de poder explicar, para que ela me desculpasse...Eu agradeceria muito.-Respirei fundo contendo dezenas de lágrimas dentro dos meus olhos.Tudo me lembrava Summer.Principalmente o fato desse rumo artístico que ela tanto queria estar dentro.-
-Eu acho que seria possível ela te desculpar.
-Você acha? Por que? -Perguntei pensando nisso... A Summer me desculparia mesmo?Será?-
-Por que eu te desculpo, Jus.E só depois de 4 anos você veio fazer isso.-Então ela desceu no auditório, caminhando como um anjo, uma princesa, só faltava as asas e a coroa, mas daquele jeito... Ela não precisava de nada.Só da sua alma pura e de sua presença na imensidão do auditório.Era ela em carne e osso.Summer.E pelo visto...Estava fazendo seu sonho.-
-Poxa meu filho! VOCÊ É LERDO DEMAIS! Eu já desci pra vim falar com você e ainda com 4 anos de lerdeza você nem saiu desse palco para falar comigo.-Era ela mesmo.Summer.Estava igual.Engraçada, linda e doce.Doce nascer do sol.O meu sol.Que brilhava e trazia brilho na vida de todos que conhecia.-
-Eu não consigo.-Disse me levantando devagar caminhando em sua direção.- Me concentro na sua delicadeza, na sua beleza, na sua gentileza, me concentro em você.Você é meu tudo, Summer.-Corri até ela e então a beijei com todas as minhas forças que eu possuía naquele momento, era agora, o meu momento tão esperado, que durou mais de 4 anos para acontecer, era agora que eu estava completo..Poderia viver como prostituto ou qualquer coisa, mas contanto que Summer estivesse ao meu lado, eu seria um verdadeiro homem completo, o homem que ela libertou de dentro de mim.E aquele momento só não era mais perfeito por que não estávamos nos casando.Eu queria viver com ela para sempre.Desde agora até a eternidade.

"To be only yours I pray,
to be only yours I pray,
to be only yours I know now,
your my only hope."

(Para ser apenas seu rezo, para ser apenas seu eu rezo, para ser apenas seu eu sei agora, você é minha esperança.)

CALMA QUE AINDA NÃO ACABOU! KKKK! Então gente eu não sei se vou fazer uma história de natal, ainda estou pensando! Mas vou decorar o blog de natal que nem ano passado! Vão adorar!

6 comentários?
Beijos Beliebers nhac nhac'
 

25 de nov de 2012

The Boyfriend- Capítulo 12

MÚSICA DE FUNDO:
(Coloque para tocar agora)

imagem
Summer Narrando
-Cadê eles? Já deveriam ter chegado com o almoço.-Disse Claire irritada e com a cara de enjoada de sempre. Theodore concordou silenciosamente e eu apenas tentei evitar o que ela disse.Mas de um modo ela estava  certa...Onde estavam os dois? Que demora era essa?
-Eu vou lá.-Disse me levantando e indo até a cozinha preocupada com o que poderia estar havendo lá.Abri a porta de devagar e de repente senti um choque no meu coração, um choque tão forte que nunca havia sentindo.Foi ai que eu reparei, eu sempre seria rejeitada.Sempre.Ninguém nunca ia me querer de verdade, e eu achando que acharia esse alguém e ele seria o Justin.Mas eu estava enganada no momento que ele beijava Meridith, quebrando meu coração em pedaços tão minúsculos que nunca seriam achados para formar outro coração inteiro.Sempre serei aquela garota do colegial que todos só queriam e desejavam dinheiro, sempre serei aquela garota que nunca teve amigos de verdade, por mais que tentasse ser legal.Eu tentei.Tentei mesmo.Também tentei conter minhas lágrimas naquele momento nostálgico que não aconteceu só uma vez.Contos de fadas não existem, apenas a dor predomina no amor.
-Eu não disse que ela te amava, Justin? -Disse Meridith parando de beijar Justin que no segundo ao desgrudar da cara de Meridith, me olhou e a empurrou com força, ele vinha em minha direção, mas parece que a partir desse momento eu perdi minha direção.Sai correndo com tanta força que eu parecia atravessar paredes e portas.A porta frontal da sala e nem meus pais eram obstáculos, sai correndo como se fosse a última coisa que irei fazer em toda minha vida.Ser rejeitada era pior que tudo, era como se sua vida não tivesse significado.Mas você pode pensar que eu tenho tudo que quero, que eu tenho um rosto e um corpo bonito, mas eu tenho um coração frágil por que antes nem sempre foi assim.As pessoas só me queriam pra isso e por isso.E no sentido mais falso da palavra "querer".Eu podia ouvir os gritos de Justin por trás de mim, tentando alcançar a minha velocidade e dizendo para eu parar de correr.Eu corria tão rápido que parecia que eu estava voando com asas quebradas e então eu cai.Isso mesmo cai.E o grito de Justin foi a última impressão na minha mente "SUMMER NÃO!".

"Everytime I try to fly, I fall.Without my wings, I feel so small."
(Toda vez que eu tento voar, eu caio.Sem as minhas asas, eu me sinto tão pequena.)

Modo de Narradora 
Lágrimas rolavam do rosto de Justin que se encontrava sentado em uma cadeira de hospital, esperando desesperadamente alguma notícia sobre Summer.Ele ainda não tinha entendido ou percebido o por que de Summer reagir daquele jeito, de um jeito que ela nunca havia reagido em frente de Justin.
-ONDE ESTÁ SUMMER? -Perguntou Justin com as mãos na cabeça desesperado para a enfermeira.-
-Senhor, se acalme.Senhorita Summer está se recuperando.Acho melhor não haver nenhuma visita agora.
-EU PRECISO VÊ-LA!-Justin continuou gritando e não só assustando a enfermeira como algumas pacientes do hospital.Ele chorava de um modo que nunca havia chorado em toda vida, por que Summer para ele era um anjo, um milagre.
-Por favor...-Então Justin fez um ato que ninguém ali esperava.Ele caiu de joelhos enquanto soava a palavra "por favor" cobrindo seu rosto inchado de tanto chorar com as mãos.-
-Ok, mas a Senhora Summer está muito machucada e traumatizada devido ao acidente, então cuidado com o que fala, Senhor.
-Sim e onde está ela? -Ele perguntou limpando as lágrimas e se levantando.-
-Ela está na ala de hospedagem hospitaleira, no primeiro piso, onde tem um quarto com um jardim.Uma suíte no fim do terreno.
-Ok, obrigada.-Justin saiu correndo muito rápido, já que a ala de hospedagem era um lugar um pouco longe da clínica.Enquanto corria, também tentava pensar no que poderia ter feito Summer correr daquele jeito.Mas o que sempre vinha na mente de Justin, era a visão do carro freando para não atropelar Summer, mas havia sido impossível já que o carro se mantinha em uma velocidade relativamente rápida.
Ao chegar na ala de hospedagem, Justin viu Summer com uma manta de hospital e cheias de ferimentos admirando algumas flores no lindo jardim do hospital.
-Você não sabe o quanto eu rezei por você, Summer.-Disse Justin olhando fixamente para ela, que se encontrava de costas e não se virou, ela sabia que era Justin e não queria vê-lo de jeito algum.-
-Vá embora.-Disse ela ainda olhando para as flores, tentando esconder as lágrimas.-
-Summer, eu posso explicar, eu juro...

(Dê pause na outra e coloque essa para tocar agora)

-NÃO JUSTIN.-Por um momento, Summer virou-se de frente, com o rosto todo vermelho e coberto de lágrimas.- VOCÊ NÃO PODE. POR QUE SE PUDESSE ME EXPLICAR, TERIA ME EXPLICADO ANTES. ANTES! EU NÃO SABIA NADA SOBRE A SUA VIDA, SOBRE VOCÊ, VOCÊ ERA UM MISTÉRIO PRA MIM QUE EU CONSIDERAVA ALGO SEM PROBLEMAS, E ENTÃO EU NÃO PRECISARIA TE DESVENDAR. MAS ACONTECE QUE EU JÁ DESCOBRI O SEU SEGREDO.E EU FUI TÃO BURRA POR QUE ACHEI QUE VOCÊ, ISSO MESMO, VOCÊ SERIA DIFERENTE DOS OUTROS CARAS, MAS VOCÊ FOI TOTALMENTE IGUAL A ELES, JUSTIN! O SEU SEGREDO FOI SEMPRE O MESMO DE TODOS, A AMBIÇÃO. VOCÊ QUERIA MEU DINHEIRO E DA MINHA FAMÍLIA. NÃO IMPORTA O QUE VOCÊ ESTAVA FAZENDO POR MIM, POR QUE SEMPRE O QUE TE IMPORTOU FOI FAZER O SEU TRABALHO, SE JOGANDO PRA CIMA DE TODAS, SEMPRE QUERENDO MAIS E MAIS DINHEIRO E CLARO, FOI O QUE VOCÊ FEZ COM MINHA IRMÃ. EU DEVIA TER ABERTO OS MEUS OLHOS, MAS EU FUI BURRA.-Summer parou, respirou e limpou uma lágrima.- EU FUI BURRA POR QUE EU ACREDITEI QUE TE AMAVA E QUE VOCÊ ME AMAVA. EU TIVE TODO TIPO DE PENSAMENTO COM VOCÊ JUSTIN, MENOS ESSE. ESSE NO QUAL VOCÊ SERIA IGUAL A OS OUTROS E EU SERIA A REJEITADA. EU ACREDITAVA EM VOCÊ E QUE VOCÊ ERA CAPAZ DE ME AMAR COMO EU TE AMAVA. -Justin permaneceu paralisado, ainda chorando, mas sem falar nem soluçar.- Você era tudo que me faltava, eu achava que precisava de você.Mas eu vi que no meu mundo não há espaços para alguém que me ame, por que ninguém me ama ou nunca me amou, é só eu.Sozinha.Nem minha própria família.Se eu quisesse poderia ser uma criança traumatizada com a infância que eu tive, mas aconteceu totalmente o contrário, eu fiquei traumatizada quando eu cresci, o tempo que eu previa ser feliz e não traumatizada e rejeitada.E você me provou isso, por isso nunca poderá me explicar, por que eu já entendi, Justin.Eu sempre entendo.-Ela virou-se de costas novamente e ouviu um soluço de choro vindo do garoto.- O cheque pelo seu trabalho feito está no meu criado mudo, na 1ª gaveta ao lado da minha cama.Agora me deixe em paz e vai embora. -Disse ela segurando em uma rosa mucha que ainda estava no jardim, a única rosa mucha.-
-Summer, por favor, eu...
-VAI EMBORA JUSTIN! VAI EMBORA E NÃO VOLTE NUNCA MAIS. -Pelo momento que ela se virou, Justin não havia se assustado, ele já sabia como Summer estava e então foi embora como se nada tivesse acontecido...Mas uma flecha partida ainda estava em seu peito, era como se todas as palavras de Summer reproduzissem repetidamente na mente de Justin.Foi ai que ele se deu conta que tinha perdido ela.O amor de sua vida.

MAIS TENSÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! Ai gente me desculpem pela demora, mas tenho uma boa notícia! ESTOU DE FÉRIAS E PASSADAAAAA! ISSO QUER DIZER QUE.... EU VOU PODER ESCREVER MUITÃOOOOOOOOO! Eu amo muito vocês e por mais que eu fique fora uns tempos nunca abandonarei vocês! O próximo post vai ter um selinho que eu ganhei, mais o outro capítulo de Boyfriend, ok?? Amo muito vocês e espero que estejam gostando da história!
6 comentários? 
 Beijos, Lú.

21 de nov de 2012

semana de provas

OI AMORECOS! TUDO BELE? Poisé! Vou postar sábado ou sexta, ok? ESTOU EM SEMANA DE PROVAS! UMA PROVA DIFERENTE CADA DIA OU SEJA... PRECISO ESTUDAR MUUUUUUITO! PQ EU VOU VIAJAR E TENHO QUE COMPENSAR MEUS PAPITOS, JA COMECEI A ESCREVER! KISSUS!

11 de nov de 2012

The Boyfriend- Capítulo 10

"Encontrei você na hora mais sombria.Encontrei você na chuva.Encontrei você quando estava ajoelhado.E sua vida me trouxe de volta"
(I Found You- The Wanted)
Justin Narrando
Enquanto Summer comia o bacon com ovos dela, eu não sabia realmente o que fazer.Se eu olhava pra ela, se eu comia, se eu fugia, se eu ligava pro Michael, ou se eu gritava.Eu não fiz nada.
-Não vai comer, bobo?-Ela perguntou rindo da minha cara de "desligado".-
-Ér...Não to com fome.-O mais estranho e pior de tudo é que eu realmente não sei mentir, por que eu amo comer e Justin sem comida=Justin sem vida.-
-Qual é! Conta outra Justin, e eu quero ver você bem fortinho, é hoje que vamos colocar o fingimento em ação.-Fingimento? An? Ta louca?-
-O quê? Não entendi!
-Esquece...Mas vê se come que é melhor.
Summer Narrando
Definitivamente, o mundo deve ter acabado.SÉRIO! JUSTIN NÃO QUER COMER? Qual é? Ele ta entalado? O organismo dele viu que ele comia demais e simplesmente parou? Não.Impossivel.Tem algum problema e ele não quer me contar.MAS ELE ESTÁ MEXENDO COM SUMMER, DOCINHO.NÃO É QUALQUER GAROTA.
-Sim...Dormiu bem? -Perguntei pra ele com a expectativa de ativar aquela cabeça desligada.-
-An?-ó céus.-
-DORMIU BEM, JUSTIN?-Perguntei em um tom alto, ele me olhou assustado como se fosse ficar pra titia.-
-Sim.-Ele arregalou os olhos- Dormi.-Ótimo!Voltou a olhar pro além de novo.Será que ele ta frequentando algum centro espirita? Indo em tarô búzios frequentemente? Ou fazendo alguma aula de yoga suspeita? DEUS! FUJAM PARA AS COLINAS.-
-Justin qual é! Me conte o que está acontecendo.
-Juro que não está acontecendo nada.-Eu olhei pra ele com suspeita, ele riu e olhou para baixo.- É que um amigo meu está com problemas.
-Ah...Quer dinheiro?-Ele riu.- Não ria! Sei lá, se você quiser ir pra algum lugar pode ir.Faça o que quiser, não se limite a mim, você ta fingindo ser meu namorado isso já basta.-Ele balançou a cabeça.-
-O que você está fazendo por mim também já basta.Não precisava de tudo isso.
-Eu só quero te dar o melhor.-Ele sorriu e segurou minha mão.Ok.Justin está definitivamente esquisito.-
-Você já é o melhor e eu não percebi isso.-AN? COMO? OK? TA DANDO UMA DE "FRASES DE AMOR", AQUELA PAGINA NO FACEBOOK? AQUELA QUE TEM UMA FOTO DE UMA GAROTA TIPO NADA HAVER COM A FRASE QUE TA EMBAIXO? JEOVÁ! CORRAM! EXTRATERRESTRES ESTÃO CHEGANDO! Minha mãe sempre me disse!Nós iremos até eles...Ou eles irão até nós.-
-Ok, Jus pode ir ajudar seu amigo.-Ele riu e levantou da mesa.-
-Só preciso fazer uma ligação mesmo.
-Ok, pode ir.
Justin foi para o quarto e então eu fiquei lá, com cara de bolacha, como sempre.Mas foi ai que eu pensei...Ele pode estar precisando de ajuda, não? Eu sei que eu sou curiosa, mas um pouco de curiosidade sempre ajuda...Basta ter cuidado.Me levantei e com calma, fui até a porta do quarto, então pudi ouvir um pouco o que ele falava no telefone.
"-Eu não sei como dizer isso pra ela, cara.
....
-Não, não vou fugir.Não posso deixar tudo.
....
-Se ela souber do meu passado, de tudo, nunca vai mais querer me ver, nem saber que eu existi.Eu era um louco, paranoico e alucinado.Eu não tinha nada na cabeça, só "Você-sabe-quem".
....
-Eu sei.Eu sei.Uma hora ela vai saber.Mas eu não queria que fosse assim.E se do nada ela aparecer? E a outra não vai entender o que está acontecendo.Nem eu estou entendendo.
....
-Ela não pode saber que eu fumava, bebia, que eu fazia coisa malucas..."
Ta.Agora eu entendi.Não era o amigo dele que estava com problemas.Era ele.

Justin Narrando
Logo que sai de lá, liguei correndo para Michael, eu precisava de ajuda, não sabia o que fazer.
"-Finalmente, né Justin?-Disse ele, irritado.-Eai tomou coragem e falou pra Summer?
-Eu não sei como dizer isso pra ela, cara.
-Vai amarelar é, Justin? Vai fugir dela, Justin? Vai fugir da sua realidade?
-Não, não vou fugir.Não posso deixar tudo.
-Se você não vai, precisa contar pra ela Justin! É melhor ela saber de você do que de outra pessoa.-Ele disse concretamente, e estava certo.De tudo.-
-Se ela souber do meu passado, de tudo, nunca vai mais querer me ver, nem saber que eu existi.Eu era um louco, paranoico e alucinado.Eu não tinha nada na cabeça, só "Você-sabe-quem".
-JUSTIN MEU! UMA HORA ELA VAI SABER! QUER QUE EU VÁ AI CONTAR PRA ELA,É?
-Eu sei.Eu sei.Uma hora ela vai saber.Mas eu não queria que fosse assim.E se do nada ela aparecer? E a outra não vai entender o que está acontecendo.Nem eu estou entendendo.
-Cara, não é só você nem a Summer que não estão entendendo, é todo mundo Justin.Tem coisas que ela precisa saber sobre você.
-Ela não pode saber que eu fumava, bebia, que eu fazia coisa malucas..."
Foi ai que a campainha tocou e ouvi Summer gritar: "Justin atenda ai pra mim!".Me despedi de Michael e desci correndo as escadas para abrir a porta.Então de repente, tudo parou pra mim.
-Oi querido! Você deve ser o Justin! Chegamos muito cedo para o almoço, eu acho! Eu sou Hilarry, a mãe da Summer, esse é o pai da Summer, Kenton e essa é a irmã da Summer, Meridith.

PODEM ME BATER, ESMURRAR, FAZEREM O QUE QUISER! EU MEREÇO EU SEI! ME DESCULPEM MEU AMOREEEEEEEEEEEEEEEES!O nome disso é escola.Eu estou CHEIA DE COISAS.Mas já está chegando as férias, daqui a 20 dias eu fico de férias, vou tentar postar o quanto eu puder! Gente será que o Justin vai pro Canadá no fim de ano? Eu to louca pra saber!!!!
Curta a gente no FaceBook!

Beijos LIMMDAS!
Lu!
+4 comentários?